sábado, 11 de outubro de 2014

Uma derrota...positiva.

Paixaodabola no particular que opôs Gauleses e Lusitanos...

Sábado, 11

Jogo amigável

Primeiro jogo na era Fernando Santos, primeira..... derrota.
Poderia estar a usar termos negativistas para este primeiro embate após a troca Bento/Santos ao leme da selecção de todos nós, mas não, a frase "apenas" refere um facto, já que Portugal em pleno Stade de France efectuou um bom jogo apesar da derrota.
Convém assinalar a fortissima entrada em jogo dos irredutíveis Gauleses, os quais aos três minutos já venciam por via de um golo madrugador de Benzema, sendo que a "poção" Gaulesa durou até aos vinte minutos, momento em que Portugal equilibrou as forças em ..."combate".
Na segunda metade do encontro, sinal mais para os Lusitanos ( em parte devido ás mexidas operadas por F.Santos...), os quais por variadas vezes ameaçaram a baliza de Mandanda, com o guardião Marselhês a brilhar intensamente após cabeçada teleguiada de Ronaldo , isto no auge do dominio Tuga.
Mas quem não marca, quase sempre sofre e isso mesmo exemplificou Pogba,o qual após passe de bandeja de Benzema fez o marcador avançar para um momentâneo 2 a 0 .
Mas se a entrada de Willian Carvalho após o intervalo já tinha tido o condão de "mexer" com o meio campo Lusitano, as entradas de João Mário e de Quaresma , vieram a dar outra audácia ofensiva a uma equipa Lusitana longe de se render.
E foi através de uma falta cometida sobre o jovem Leão na área de rigor, que Portugal logrou reduzir o placard, sendo que Quaresma não ...vacilou.
Até final e apesar da aprazivel atitude dos Lusitanos, o marcador haveria de se manter inalterável para contentamento de Deschamps e comp°.
Agora é manter a atitude e a vontade para ganhar o importante jogo de Terça feira em Copenhaga ante a Dinamarca ( empatou esta noite 1 a 1 na ...Albânia ).

2 comentários:

Zé Pelé disse...

Gostei da selecção do engenheiro em termos ofensivos, com muitas trocas posicionais e uma boa dinâmica. Mas defensivamente ainda é preciso afinar muita coisa, se bem que os nossos melhores laterais não estão disponíveis. Eliseu e Cedric não parecem dar as garantias necessárias para este sistema táctico.

Mattos disse...


Caro Pelé, o aspecto defensivo ainda carece de facto de algumas afinações, mas quanto aos laterais ( Eliseu e Cedric ), convenhamos que não existem muitas alternativas....viáveis ( exceptuando Coentrão ).
Neste momento e de repente só me lembro de João Pereira ( pouco joga no Valência ) e André Almeida ( pouco utilizado no SL Benfica ).

Abraço