sexta-feira, 26 de setembro de 2014

Golos verdes em jogo....maduro.

Paixaodabola no classico entre Leões e Dragões, no qual a esperança foi verde e o resultado...azul.


Liga Portugal
6°Jornada

Um clássico é sempre clássico e por via desse mesmo facto, o resultado é sempre imprevisivel e os prognósticos ficam sempre guardados para o ....fim .
O Sporting tinha em carteira trés empates mas havia retirado em Barcelos no passado fim de semana uma excelente vitória por números expressivos, sendo que o FC Porto entrava em campo ainda com o "arranhão" provocado por uma "pantera" que parecia domesticada, mas do parecer ao ser , sobrou apenas um ....ponto.
Isto de contratar um seleccionador de jovens talentos, ir ás compras ao "el corte Inglês" e sair de lá com uma dúzias de "artigos" made in Spain, nem sempre é a formula mágica para voltar a tempos que outrora foram de glória e este Dragão que era apontado como campeão ainda a pré temporada se desenrolava parece algo orfão da velha mistica azul e branca, já que lhe falta claramente uma voz de comando dentro das quatro linhas.
Quanto ao Leão, esse entrou a rugir e através do estreante Jonathan Silva marcou logo nos minutos iniciais e até ao intervalo reinou a seu belo prazer com Nani em plano de evidência, dominando um Dragão sem chama que pudesse de alguma forma "chamuscar" um jovem felino com "fome" de ...pontos.
Ao intervalo, Lopetegui foi "obrigado" a mexer na sua equipa por via do escasso rendimento da mesma na noite de Alvalade e com as entradas de Oliver e de Tello ganhou "vida" e o empate haveria de chegar numa jogada de Danilo pela direita com o Françês Sarr a fazer de Jackson Martinez e a empurrar para dentro da baliza defendida por Patricio.
O guardião da selecção lusitana haveria de garantir este mesmo empate no decorrer da segunda parte, após efectuar uma defesa notável a remate de Herrera, o mesmo se poderá aplicar à trave que salvou o FC Porto da derrota após um tiro indefensável de Capel.
No global, o empate acaba por se aceitar num excelente jogo de futebol, sendo que amanhã após o embate entre o Estoril e o lider SL Benfica , se saberá se foi um ponto ganho por ambos ou ao invés foram dois.....perdidos.

6 comentários:

David Pereira disse...

Boa crónica, dá uma vista de olhos e um comentário na minha sff: http://davidjosepereira.blogspot.pt/2014/09/infelicidades-parte-chave-esteve-no-meio.html

Pudget disse...

Mattos,

o comentario sobre o Lopetegui que fizeste e, com o perdao da palavra, muito imaturo. Todos sabemos que numa analise desportiva ha que ser imparcial e ai nao foste. Um treinador que chega ha menos de dois meses para preencher um lugar de imensa responsabilidade, traz imensos talentos que precisam de sincronia e de rodagem, nao pode ser criticado antes, pelo menos de metade da epoca estar decorrida. O Porto ainda nao perdeu.E verdade que ainda nao esta a jogar como equipa, mas a verdade e que muitos jogadores ainda precisam de muitos jogos em conjunto para se entenderem. A forma esta lancada, mas leva tempo. A nivel europeu o Porto esta e vai estar bem, a nivel nacional e sempre complicado porque existem muitas muralhas da China espalhadas por esses pequenos terrenos por ai. Acho que estas a ser injusto e ate um pouco poetico nas tuas analises. Eu continuo a achar muito triste as vezes as pessoas serem tao movidas pela paixao que se deixam contaminar por da ca aquela palha. Vejo esse tipo de intervencao apaixonada e deslexica em alguns comentadores aqui, ate podia dar-te nomes, mas para que iniciar essa tao dispensavel contenda. Mais, El Corte Ingles??? Se ha quem compre bem e venda melhor neste pequeno Portugal, o Porto e um exemplo. E tire-se a corrupcao da equacao porque os jhogadores saem la para fora e acabam melhores ainda do que sairam. Nomes nao faltam. Por norma es bastante assertivo, mas hoje essa intervencao manchou uma opiniao que podia ser bastante certeira. Talvez fique para a proxima.

Mattos disse...

Boas...
Claro está que respeito imenso a tua opinião Pudget, mas a minha análise assenta apenas pela elevada expectativa que foi colocada em cima de um treinador ( qual D.Sebastião...) e na sua "politica" algo invulgar no reino do "dragão", de munir-se com "artilharia" made in ...spain.
Tu deves ter "escutado", tal como eu próprio escutei, os enormes elogios em torno de uma suposta equipa maravilha.
Eu apenas coloquei em escrita, aquilo que vai na "alma futebolistica" daqueles que acharam a "coisa" muita prematura ( algo visto em tempos passados na equipa que simpatizo..), sendo que o mesmo já o frizei mas no sentido inverso em relação ás expectativas negativas criadas em torno do SLB.
Isto é apenas uma constatação de um facto temporal, sendo que estarei cá no futuro para dar a "palma à palmatória), caso seja razão para ...tal.

Grande abraço amigo Pudget

Pudget disse...

Eu no futebol como na vida nao gosto de ser movido por emocionalidades, mas por racionalidades. Digo-te isto, nao em resposta ao teu post, mas como uma descricao da minha pessoa. E digo-o com toda a frontalidade que o Porto prevaricou e nao pagou por isso. Deveria estar a jogar na segunda B houvesse justica em Portugal e foi comandado ao longo dos tempor por um dos administradores mais inteligentes de que ja houve historia no mundo, mas isso nao faz das suas atitudes algo perdoavel. Agora, eu faco esse acto de contricao em relacao ao meu clube. Creio que TODOS os restantes adeptos deverao fazer em relacao aos seus proprios clubes proque anjinhos no futebol nacional pura e simpelsmente nao ha. E vem-me agora um pirralho chamado Bruno de Carvalho a querer comandar o adro das damas ofendidas, temperado de senhor de muitas virtudes humanas. Eu prefiro de ora em diante falar de futebol porque a justica nao e feita pelos homens do povo como eu, apenas reclamada pelos homens do povo como eu. Eu pessoalmente vejo as coisas da seguinte maneira, os media criaram a ideai de que o porto ja era campeao e os adeptos de TODOS os clubes grandes em Portugal embarcaram nessa atribuicao como se fosse estampada e oficial. Mas isso e coisa de jornalista mediocre de pais pequenino e periferico. As pessoas letradas e cultas, ou pelo menos as que querem, ver as coisas por si e nao pela cabeca dos outros, sabem que essa componente foi vaticinada pelos media e nunca assumida por ninguem no corpo estrutural do Porto. E digo mais:
Jorge Jesus - um senhor treinador, uma cabeca formadora de equipas como poucos ha no mundo, acerditem. Mas calado e um genio, se fala borra a pintura toda. Bruno de Carvalho - um hipocrita que um dia ainda vai sentir na pele o ardor das suas proprias recriminacoes. Pinto da Costa - o mais inteligente corrupto de que alguma vez ouvi falar. Como e que uma pessoa de tantos atributos intelectuais precisou de corrupcao para se fazer vingar do desprezo a nos atribuido pelo Estado Novo. Mas falemos de futebol, e nesse campo e simples, o Porto precisa de tempo mas la chegara. Um abraco e continua a ecsrever mas com menos parcialidade (penso eu de que!!!!).

Mattos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mattos disse...

Caro Pudget...

Confesso que gosto mais de falar sobre o futebol jogado e tento abstrair-me um pouco dos bastidores( claro que de quando em vez mando uns...bitaites...lol.), sendo que concordo em absoluto com a tua descrição em relação a Pinto da Costa ( cabecinha pensadora e não ...só ), J.Jesus o génio da boca fechada e Bruno Carvalho ( verdinho, mais verdinho, não há e tarda em amadurecer..).
Mas convenhamos que todos nós e não digam o contrário, temos a tendência de puxar um pouco a "brasa para a nossa sardinha", isto quer na nossa vida pessoal, quer na profisssional.
Eu sei e assumo como sempre assumi, que puxo a minha brasa de quando em vez mas também sei que tento manter um equilibrio no que concerne à minha paixão pela escrita e pelo blog e tu caro Pudget que me acompanhas desde os tempos do saudoso..."contingente tuga", sabes que não estou a ....divagar.

Abraço